Mestrado Internacional

Quais os principais tipos e como preparar-se da melhor forma possível

Ampliar seus conhecimentos na área de formação, dedicar-se à pesquisa e à docência são caminhos a serem trilhados por aqueles que optam pelo mestrado. No Brasil, existem centenas de universidades que disponibilizam programas para essa modalidade de pós-graduação, mas no exterior existem ainda mais opções. Em nosso país temos apenas duas opções que lhe darão o título de mestre: o mestrado acadêmico e o profissional (regulamentado em 2009), com duração de dois a dois anos e meio. Assim como acontece com a graduação, é necessário que o aluno tenha pleno conhecimento sobre o curso escolhido a fim de evitar aborrecimentos futuros.

Para os que desejam ingressar em cursos internacionais é necessário um cuidado redobrado, afinal, com o maior número de opções e a burocracia necessária é indispensável que o candidato se atente a detalhes como: a validade (ou reconhecimento) do diploma no Brasil, a forma de ingresso no programa, qual o direcionamento do curso, sua carga horária, pontos positivos e claro, negativos. Inclua em seu planejamento que além de participar das aulas será necessário hospedagem, alimentação e claro, turismo. A documentação requisitada deve ser pesquisada e checada durante todo o processo, o tempo de preparação leva em média um ano.

Outro ponto importantíssimo é se atentar às modalidades oferecidas lá fora, existem 4 principais tipos de mestrados internacionais e cada um deles possui uma finalidade diferente:

* Master of Arts (MA)

Um MA geralmente é concedido em disciplinas nas áreas das Artes ou Ciências Sociais, como Comunicação, Educação, Letras, Linguística, Literatura, Geografia, História e Música. Os estudantes são ensinados através de uma combinação de palestras e seminários, e são avaliados por meio de um exame e/ou uma dissertação, com base em um projeto de pesquisa independente.

* Master id Science (MS, MSc)

Um Master of Science (MS, MSc) é geralmente concedido em disciplinas categorizadas como Ciências, incluindo Biologia, Química, Engenharia, Saúde e Estatística. Alguns campos, como Economia e Ciências Sociais, podem se enquadrar nas Artes e nas Ciências. Dessa forma, cabe à instituição decidir sobre como nomear o programa de mestrado. Nesses casos, pode ser que o MS tenha um caráter de pesquisa mais forte, e, dessa forma, seja visto como tendo mais peso do que um MA no mercado de trabalho.

*Master of Research (MRes)

Um Mestrado em Pesquisa é um diploma de pós-graduação avançado reconhecido internacionalmente. Na maioria dos casos, o diploma é destinado a preparar os alunos para a pesquisa de doutorado, ele tem um caráter de pesquisa muito mais forte do que os outros tipos de mestrado no exterior, como o MA ou o MS. É indicado para quem quer seguir a carreira acadêmica. Vale a pena ficar atento(a) ao conteúdo dos cursos antes de aplicar, porque algumas instituições podem chamar os cursos no estilo MRes de MSc.

*Master by Research (MPhil)

Um Master by Research (MPhil) é um tipo de mestrado baseado em pesquisa, que permite que o candidato se concentre em um tópico específico, de forma aprofundada e independente, a fim de concluir um grande projeto de pesquisa. Um MPhil é, geralmente, visto como um precursor de um PhD, e muitas vezes é usado pelas instituições como um “test-drive” do estudante antes de iniciar um programa de doutorado. Em geral, ele leva mais tempo para ser concluído do que outros tipos de mestrado, embora isso varie significativamente dependendo do país e da instituição.

*MBA no Brasil x MBA no exterior

O MBA que conhecemos aqui no Brasil é sinônimo para uma especialização, presente em áreas como Marketing, Gestão, Finanças e etc. Já nos Estados Unidos e na Europa essa modalidade é exclusiva para a área de administração e confere, ao final do curso, a certificação como mestre. Ao optar por um MBA é necessário compreender o método de ensino e a grade curricular. A grade dos programas de MBA tradicionais é dominada pelos chamados “estudos de caso”, exemplos do mundo dos negócios que os alunos devem explorar e discutir a fim de evoluir profissionalmente. Por outro lado, a maioria dos mestrados conta com uma grade mais teórica, oferecendo aos profissionais um quadro acadêmico preciso para áreas específicas, conferindo técnicas de pesquisa que podem ser muito úteis para quem deseja construir uma carreira de docente.

Existem instituições especializadas em facilitar e acompanhar todo o processo de quem busca por um mestrado ou doutorado internacional, para contratá-las é sempre necessário compreender todos os benefícios e suporte oferecidos. Mas se você ainda não conseguiu decidir o caminho que deve trilhar, seja um mestrado internacional, curso de extensão ou especialização, a Conceptual oferece mentoria para te ajudar na escolha ideal para o seu perfil profissional, além de ter conteúdos disponíveis para sanar as maiores dúvidas. Conte conosco para dar mais um passo em sua carreira.

STB (2021),Diferença entre pós, mba e mestrado no exterior”, texto publicado no Blog Do Intercâmbio, [Online], disponível em: https://blogdointercambio.stb.com.br/conheca-as-principais-diferencas-entre-pos-mba-mestrado-e-doutorado-no-exterior/ [Consultado em: 04.2021].

Guia : 5 tipos de mestrado no exterior”, texto publicado no Universidade Do Intercâmbio, [Online], disponível em: https://www.universidadedointercambio.com/tipos-de-mestrado-no-exterior/ [Consultado em: 04.2021].

SASSATELLi, Caroline (2019),Como fazer mestrado no exterior ?”, texto publicado no Quero Bolsa, [Online], disponível em: https://querobolsa.com.br/revista/mestrado-no-exterior [Consultado em: 04.2021].

Rolar para cima