• Conceptual Courses

Metodologia Ativa de aprendizagem

Metodologia ativa de aprendizagem: como o próprio nome sugere, esta é uma forma de ensino-aprendizagem que incorpora aqueles que aprendem de forma ativa. É uma vertente mais atual de aprendizagem, que contrapõe-se a metodologias tradicionais do estava considerado como a forma “correta” de educar.

Os alunos são estimulados a participar ativamente do processo. Cabe ao professor provocar os alunos a que saiam de seu estado passivo de estagnação ao longo das aulas, e a que passem a colocar-se como protagonistas e responsáveis pelo seu aprendizado.

Então o que é metodologia ativa? Trata-se de um novo paradigma educacional que acaba por exigir uma reestruturação do espaço físico das salas de aula, incluindo quiçá o mobiliário escolar. As carteiras tradicionalmente utilizadas em ambientes educacionais - desde miúdos até adultos - foram projetadas para que aqueles que aprendem permanecessem num posicionamento individual. Além disso, o mobiliário dispunha-se de forma que alunos sempre estivessem a mirar na direção do espaço posterior da sala, onde um professor detentor do saber, estaria a ministrar conteúdos.

Neste artigo verás como a metodologia ativa de aprendizagem pode ser capaz de transformar a educação, com uma abordagem que inclui o alunado como peça fundamental da construção de seu próprio saber.

Preparamos um vídeo que mostra como funciona a metodologia ativa de aprendizado. Vale a pena que te dediques uns minutos a assistir:

Ensino na contemporaneidade e metodologia ativa

No momento atual um novo conceito de aprendizagem se faz necessário, uma vez que há abundantes mudanças na sociedade. Escolas e universidades não se mantêm fora dos contextos mundiais. Acontecimentos políticos, económicos, sociais, culturais e avanços nas tecnologias alteram vidas tanto em sua individualidade quanto em suas relações interpessoais.

Zygmunt Bauman, sociólogo e um dos mais respeitados intelectuais da atualidade, faz uma profunda e atual reflexão sobre o mundo pós-moderno no qual vivemos o qual comporta estas constantes mudanças em todos os setores, comparando-o a um estágio líquido.

A metodologia ativa na prática acompanha tais inúmeras mudanças que estão a se refletir a todo instante no contexto educacional do estágio “líquido” da história. Num panorama de incertezas e fluidez, onde a imprevisibilidade reina, não há mais espaço para um modelo de ensino e aprendizagem como o tradicional, no qual conhecimentos eram simplesmente adquiridos pelos estudantes e bastavam para resolver problemas previsíveis.

As demandas atuais são distintas e exigem adaptabilidade e maleabilidade para a solução de problemas concretos.

Enquanto nos séculos passados o ensino estagnou-se e pouco alterou-se em termos de estruturas, a contemporaneidade traz um novo conceito de aprendizagem dentro do qual a metodologia ativa se insere.

O que a metodologia ativa sugere de diferente?

As metodologias ativa e tradicional se diferem bastante. Presta atenção em como atuam de formas distintas:

a) Metodologias tradicionais:

  • Estudantes enfileirados de forma individual recebem os conhecimentos trazidos pelos professores.

  • Considera-se que alunos não têm tais conhecimentos, e que os mesmos podem ser adquiridos através da exposição que faz o professor. Em contraposição, o professor é detentor absoluto do conhecimento.

  • Ensino centrado no professor.

  • Exposição continuada de conteúdo.

  • Avaliações e testes, muitas vezes padronizados, para verificar a absorção de tais conteúdos.

  • Classes constantemente desinteressantes e maçantes.

  • Estudantes constantemente desvalorizam o trabalho e as atividades dos professores, e vice-versa.

  • Nem mesmo a tecnologia foi capaz de alterar tal paradigma

b) Metodologia ativa de aprendizagem:

  • Os estudantes são responsáveis e principais agentes de seu processo educacional.

  • Os estudantes têm autonomia e são participativos, e portanto as classes são mais dinâmicas e interessantes. Alunos são sujeitos históricos da ação, e possuem papel ativo. Suas opiniões, pensamentos, análises e contribuições são extremamente valorizadas, assim como seus conhecimentos prévios são muito bem-vindos.

  • Os professores trazem provocações e estímulos, mas não são considerados detentores únicos de sabedoria. Eles são facilitadores, alguém que guia o estudante por esta estrada, auxiliando e permitindo que ele aprenda mais pela autonomia.

  • Os estudantes são o centro da ação educacional.

  • O conhecimento não é transmitido por ninguém em específico, e sim, fruto de uma construção individual e coletiva.

Referências e princípios da metodologia ativa

A metodologia ativa de aprendizagem não é exatamente algo novo. Já podes encontrar em obras antigas como em “Emílio” de Jean-Jacques Rousseau, datada de 1762, a experiência assumindo posição de destaque em contraposição à teoria.

René Descartes, em 1637, afirmou no “Discurso do Método”:

“Resolvi a não procurar outra ciência, além daquela que poderia achar em mim próprio, ou então no grande livro do mundo”.

Em 1991, o professor de Harvard University C. Roland Christensen, publicou o livro “Education for Judgment”, que se tornou um marco fundamental no que concerne aos desafios de uma aprendizagem ativa como a proposta pela abordagem pedagógica.

Outra referência importante é a obra de Lilian Bacich e José Moran “Metodologias Ativas Para Uma Educação Inovadora”.

Vê os mais importantes princípios que regem a abordagem de metodologia ativa:

  • Aluno é o centro do processo de construção de conhecimento, considerado um ser global, capaz de entender, absorver e criticar as constantes mudanças do mundo.

  • Estudantes são ativos.

  • Quando se tem aprendizagem baseada em projetos, a interação dos estudantes é ainda mais intensa e sua participação ainda mais ativa.

  • Dos estudantes lhes são exigidas construções mentais e ações que envolvem articulação de: leitura, pesquisa, observação, imaginação, organização de dados coletados, elaboração de hipóteses, interpretação e crítica constantes, permanente construção de sínteses e soluções, assimilação de novas situações, planejamento e tomada de decisões.

  • Estudantes ganham mais e mais autonomia através do desenvolvimento de sua atitude crítica e postura participativa.

  • Ao professor, cabe-lhe estimular os alunos para que a autonomia se cultive. Os principais tributos e funções do professor que adota metodologia ativa são:

  1. Nutrir interesses individuais dos alunos;

  2. Dar explicações racionais sobre conteúdos;

  3. Empregar linguagem compatível aos alunos, que ajude a informar, mas não controle nem limite;

  4. Ser paciente em relação ao ritmo dos alunos, em lugar de impor o seu próprio;

  5. Reconhecer, aceitar e acolher os sentimentos negativos vindos da classe;

  6. Manter os estudantes em constante estímulo.

  • Problematiza-se a realidade de modo a analisar e conscientizar-se dela.

  • Aproximação crítica da realidade, que permite que se compreenda a aplicação prática dos conteúdos em seu quotidiano

  • O ato de ensinar não é mais considerado como a transferência de conteúdo e sim, de instigar e provocar construção reflexiva que proporciona mais autonomia aos alunos gradualmente. Assim, o professor faz papel de curador, apoiador, orientador, mentor e mediador.

  • A sala de aula impacta na metodologia ativa, e a distribuição de seu mobiliário deve permitir flexibilização para que alunos possam movimentar-se e trabalhar em grupos. As mesas não precisam estar todas de frente para o professor, pois a aula não está mais centrada nele.

  • Trabalhos em grupo são importantes para permitir troca de ideias e construção de aprendizado ativo.

Porque optamos pela Metodologia Ativa na Conceptual Courses?

Acreditamos fortemente que a metodologia empregada em um curso pode transformar realmente os resultados alcançados ao final. Entendemos a necessidade de uma forma de ensino-aprendizagem no momento contemporâneo tão “líquido” e portanto não vemos o modelo de ensino tradicional como uma boa alternativa.

Ao contrário, somos um centro de estudos de referência extremamente emparelhados com as tendências da atualidade. Por isso vemos enormes benefícios no emprego da Metodologia ativa em nossos cursos. Não vemos vantagem em passar aos alunos teoria sem aplicação prática, adequada ao mundo concreto em que vivem e trabalham nossos alunos. Vê alguns destes benefícios:

  • Estudantes desenvolvem iniciativa e autonomia;

  • Há um aprimoramento de confiança e autoestima individuais;

  • O aprendizado é naturalizado ao mesmo tempo em que é valorizado;

  • Estudantes tornam-se sujeitos ativos e críticos com maior capacidade de resolver problemas;

  • Estudantes são instigados a questionar e analisar paradigmas, tais quais encontrarão no mercado de trabalho;

  • Os estudantes aprimoram seu potencial para se transformarem em profissionais mais valorizados, e bem preparados para o mercado de trabalho;

  • Alunos passam a protagonizar sua aprendizagem e isto favorece a qualquer profissional no mercado de trabalho.

Se quer estudar connosco, entra em contato por aqui.



18 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
Subscrever notícias.